Passar para o conteúdo principal

Um visão aprofundada do cancro da bexiga

 

Um inquérito internacional demonstrou que existe uma significante falta de sensibilização quanto aos sinais e sintomas do cancro da bexiga entre o público em geral. Saiba mais ao transferir os resultados do inquérito We Care abaixo.

 

Visualizar e transferir o infográfico

Um dos desafios do diagnóstico precoce do cancro da bexiga é que os sintomas muitas vezes não aparecem até aos estágios mais avançados. No entanto, existem certos elementos aos quais devemos estar atentos.

 

A presença de sangue na urina é um dos sintomas mais comuns do cancro da bexiga.4,5 Se verificar a presença de sangue na urina, que pode ter uma descoloração avermelhada ou acastanhada,5 é importante que consulte o seu médico.

 

Os sintomas adicionais do cancro da bexiga que podem surgir mais tarde incluem a irritação da bexiga, como dor ou urgência de urinar, perda de peso inexplicável, infeções urinárias que não respondem a antibióticos e incontinência.6

Também deve consultar o seu médico se desenvolver uma irritação contínua e persistente na bexiga ou uma combinação dos sintomas supramencionados.

Spot blood symptoms

Lista de sinais e sintomas da We Care

O seguinte guia explica em que consiste o cancro da bexiga e os sinais e sintomas aos quais devem se estar atento. Você pode baixar o guia para futura referência ou fornecê-lo a alguém para que se mantenha informado sobre o cancro da bexiga.

Spot blood symptoms

Visualizar e baixar a lista

Lembre-se de que se desenvolver alguns destes sinais e sintomas não significa que tem necessariamente cancro da bexiga. No entanto, é importante que reconheça eventuais sintomas precoces.

Perspetivas do médico e doente

 

Saiba mais acerca da experiência do Dave lhe ter sido diagnosticado cancro da bexiga e ouça o Professor Nick James, do Hospital Queen Elizabeth em Birmingham, no Reino Unido, explicar os sinais e sintomas do cancro da bexiga.

Clique aqui para ver Dave a falar sobre a sua experiência quanto ao cancro da bexiga, desde a deteção dos sinais e sintomas até ao diagnóstico.

Play
Perspetivas do doente: Cancro da bexiga

Detetou sangue na urina ou uma necessidade aumentada de urinar? Clique abaixo para ouvir o Professor Nick James do Hospital Queen Elizabeth para obter mais informações sobre o cancro da bexiga.

Play
Professor Nick James fala câncer de bexiga e seus sinais e sintomas

Acerca do cancro da bexiga

About bladder cancer

Acerca do cancro da bexiga

O cancro da bexiga é o 10.º cancro mais comum,1 tanto nos homens como nas mulheres, e ocorre quando se verifica um crescimento anormal de tecido (um tumor) no revestimento da bexiga.4 Pode ser não invasivo, quando o cancro se encontra apenas no revestimento da bexiga e não se espalhou, ou invasivo, quando o cancro se espalhou pelo órgão ou por outras partes do corpo.4

As pessoas idosas são o grupo com maior probabilidade de desenvolver cancro da bexiga, embora qualquer faixa etária possa ser afetada.1 Embora seja mais comum nos homens,1 as mulheres têm mais probabilidade de ser diagnosticadas em estádios mais avançados da doença.7 Isto deve-se ao facto de os principais sintomas do cancro da bexiga (como sangue na urina) serem frequentemente confundidos com menstruação ou uma infeção do trato urinário8,9 nos estádios iniciais.

Sabe-se que o diagnóstico precoce aumenta as hipóteses de sobrevivência.3 Tal pode dever-se ao facto de, nos estádios iniciais da doença, o cancro ter mais probabilidade de ser não invasivo e podem existir mais opções de tratamento disponíveis para combater a doença.4

Todos os anos, mais de meio milhão de pessoas a nível mundial são diagnosticadas com cancro da bexiga.1 O diagnóstico precoce é essencial para evitar que o cancro se espalhe. Se detetado num estádio inicial, 96% das pessoas continuarão vivas 5 anos depois.3 No entanto, quando o cancro se espalha, o prognóstico é pior, com uma taxa de sobrevivência de apenas 5% após 5 anos.3 Para as mulheres, o diagnóstico tardio está associado a uma taxa de sobrevivência após 5 anos inferior à dos homens. 15% das mulheres diagnosticadas no estádio 4 sobreviverão após 5 anos, comparado com 27% dos homens.7 É por isso que é tão importante existir um diagnóstico precoce tantos nos homens como nas mulheres.

About bladder cancer

Acerca da We Care

1 em cada 10 pessoas com cancro da bexiga foram diagnosticadas quando a doença já se tinha espalhado e as hipóteses de sobrevivência já eram reduzidas.3 A nossa missão é sensibilizar para os sinais e sintomas do cancro da bexiga, fornecendo às pessoas com risco de desenvolver a doença, e aos seus amigos e familiares, informações sobre como detetá-lo.

A campanha da We Care é uma iniciativa da Roche e é apoiada pela Aliança Europeia de Doentes com Cancro (European Cancer Patient Coalition, ECPC). Esta campanha foi lançada devido à significante falta de concientização quanto ao cancro da bexiga, conforme demonstrado pela pesquisa, que mostra que 62% das pessoas não estão familiarizadas com os sinais e sintomas da doença.

Liga Europeia de Doentes Oncológicos (ECPC)

Aliança Europeia de Doentes com Cancro – We Care

 

O cancro pode ser uma das coisas mais assustadoras que podemos enfrentar e o diagnóstico tem o potencial de transformar a vida do doente imediatamente. A jornada que se segue é diferente para cada pessoa. O foco tanto pode ser emocional como prático, uma vez que muitas pessoas precisam de tempo para aceitar o diagnóstico, mas também sentem a necessidade de elaborar um plano prático para vencer o cancro.

Consulte mais informação